O meu pai tem esta doença má e injusta. A minha mãe foi a sua cuidadora, durante alguns anos! Desde junho de 2012 ele está num lar, porque a minha mãe já não conseguia cuidar dele. A ideia do Blogue é para buscar apoios, ajudas, partilhas, informação.

Quinta-feira , 20 de Dezembro DE 2012

Mais uma visita ao Lar...

Hoje visitei o meu velhote. Acho que não me reconheceu! Estava  animadito, mas muito baralhado. Mas conheceu o neto, lembrou-se do nome dele e disse que sabia que era o neto dele! Insistia em saber onde estava a mãe, queria ver a mãe. De cinco em cinco minutos voltava a perguntar pela mãe. Achei melhor dizer que ela andava a tratar de umas coisas e não lhe dizer que ela já tinha falecido à cerca de 40 anos!Podia ficar chocado!

 

Um dia de cada vez!

publicado por alzheimerdepapie às 18:36
Sábado , 03 de Novembro DE 2012

A visita no feriado

Realmente, em Agosto ele estava tão debilitado, que eu comecei a pensar, apesar de não querer aceitar, que o fim estava próximo. Mas agora, ele começou a ter melhoras. Já não está acamado, apesar de não andar. Ele agora está sentadinho na sala numa poltrona com os outros utentes. A carinha dele está mais bonita. Já fala mais e percebe-se melhor.

 

Penso que ele percebeu que era eu estava lá com ele. Ele pediu-me para o ajudar a levantar porque queria ir mais para a frente. Ele não se lembrava que já não conseguia andar...ele viu lá um andarilho e achava que podia caminhar com o andarilho como em tempos. Ele insistia em que eu o puxasse para ele andar. Eu disse-lhe que não tinha força, e ele então disse: " mas o teu marido tem, ele muita força"!

 

A determinada altura, uma outra utente disse-lhe para ele "bater palminhas" e ele com alguma dificuldade em manter as mãos esticadas, lá fez a sua graça! Aqui há dias as mãos dele estavam sempre tipo concha.

 

Quando me estava a despedir para ir embora pediu-me para não ir e para ficar lá mais tempo a fazer-lhe companhia. Eu fiquei mais um pouco, e novamente quando ia embora voltou a pedir para eu ficar... tive de lhe mentir e dizer que voltava lá amanhã...ele aceitou e despediu-se mais feliz. Mas não foi fácil, senti alguns remorsos por o ter enganado...

publicado por alzheimerdepapie às 18:47
Sábado , 18 de Agosto DE 2012

Mais uma visita

Lá fui visitar o meu velhote. É impressionante a evolução da doença. O corpo dele está tão debilitado, a cama dele está cheia de almofadas porque ele tens as pernas encolhidas. Está tão magrinho! A cama dele tem um colchão apropriado onde tem um manipulo para encher e esvaziar. Logo aí se vê que é bem tratado. Ele olhava para mim e parecia não saber quem eu era. Eu disse-lhe quem era e ele respondeu :" Ah és tu, não sabia"!

 

Depois eu estava a ficar triste por o ver tão parado, calado e com o olhar fixo, e a Sra. do Lar fez-lhe umas cócegas nas pernas e eu começou a a ralhar com ela. foi a aí que ri...porque afinal ele ainda reage. Até fiquei contente por ouvir ele a dizer umas palavras mais fortes e ofensivas. Fiquei feliz pelo facto de ele se manifestar!

 

Depois quando estava para sair, disse-lhe que me ia embora e ele respondeu: " Ainda é cedo, fica mais um bocadinho a fazer-me companhia"! Comovi-me. Fiquei mais um bocadinho. Quando saímos pedi-lhe um beijinho mas ele não deu, certamente já não sabe o que significa. Apenas acenou porque eu acenei-lhe antes. 

 

publicado por alzheimerdepapie às 12:15
Terça-feira , 27 de Dezembro DE 2011

No dia de Natal...

Em conversa com o meu pai:

pai - como é que o menino se chama que já não me lembro?

Eu- é Y

Pai - Ah pois é isso.

Eu - então e eu como me chamo?

Pai - Tu és a X! (que contente eu fiquei de se ter lembrado)

Eu , apontando para o meu marido, pergunto: então e ele?

Pai: O teu marido é que não me lembro o nome.

 

Fiquei tão feliz, por termos uma conversa normal. Ele não se lembrava do nome, mas sabia que era o meu marido!

Pena é ver a minha mãe tão cansada da tarefa de cuidar dela e dele :(

Mas foi bom ir à terrinha, e estar com eles :)

 

 

publicado por alzheimerdepapie às 14:53
21 de Setembro → Dia Mundial da Doença de Alzheimer alzheimerPortugal

mais sobre mim

separador separador Reportagem TVI – “Ás vezes sou eu” separador separador alzheimerdoente separador separador A FRASE DO ANO 2010, PROFERIDA PELO PRÉMIO NOBEL DA MEDICINA, O ONCOLOGISTA BRASILEIRO DRAUZIO VARELLA : "No mundo actual, investe-se cinco vezes mais em medicamentos para a virilidade masculina e silicones para as mulheres do que na cura do Alzheimer. Daqui a alguns anos, teremos velhas de mamas grandes e velhos com pénis duro, mas nenhum se recordará para que servem".

Julho 2013

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

últ. comentários

links

arquivos

tags

favoritos

mais comentados

pesquisar

 

subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro