Um Lar será uma solução?

Já se fala em procurar um Lar, que o possa aceitar mesmo com aquela doença, e que tenha um preço que a modesta reforma do meu pai possa pagar. Mas além daquele que fica mais perto ter uma grande lista de espera, penso que ele ia sentir muito a mudança. Ele sempre gostou tanto do cantinho dele. Ele vai ficar perdido sem a mulher dele, ele chama-a tanto! E naquela Reportagem que deu na TVI, diziam que era melhor as pessoas com Alzheimer, ficarem por perto das suas coisas, dos seus objectos e dos familiares. Mas se não fizermos algo, daqui a pouco em vez de ser um a precisar serão os dois. Irem os dois também é complicado, pois a minha mãe nunca quis ir para um Lar .

Precisava tanto de uma "luz", uma solução que fosse perfeita e justa!

publicado por alzheimerdepapie às 22:40