O meu pai tem esta doença má e injusta. A minha mãe foi a sua cuidadora, durante alguns anos! Desde junho de 2012 ele está num lar, porque a minha mãe já não conseguia cuidar dele. A ideia do Blogue é para buscar apoios, ajudas, partilhas, informação.

Segunda-feira , 07 de Janeiro DE 2013

Finalmente o primeiro lar para doentes de Alzheimer

 

Não consigo deixar de me emocionar com esta notícia. É bom saber que já existe um lugar assim em Portugal! Apesar de a fase em que o meu pai se encontra, já não o ir ajudar, mas que ajude a muitos com esta doença, tão má e injusta!

 

Notícia aqui e em AlzeimerPortugal.

 

 

 


 

 

publicado por alzheimerdepapie às 10:02
Quinta-feira , 20 de Dezembro DE 2012

Mais uma visita ao Lar...

Hoje visitei o meu velhote. Acho que não me reconheceu! Estava  animadito, mas muito baralhado. Mas conheceu o neto, lembrou-se do nome dele e disse que sabia que era o neto dele! Insistia em saber onde estava a mãe, queria ver a mãe. De cinco em cinco minutos voltava a perguntar pela mãe. Achei melhor dizer que ela andava a tratar de umas coisas e não lhe dizer que ela já tinha falecido à cerca de 40 anos!Podia ficar chocado!

 

Um dia de cada vez!

publicado por alzheimerdepapie às 18:36
Sábado , 18 de Agosto DE 2012

Mais uma visita

Lá fui visitar o meu velhote. É impressionante a evolução da doença. O corpo dele está tão debilitado, a cama dele está cheia de almofadas porque ele tens as pernas encolhidas. Está tão magrinho! A cama dele tem um colchão apropriado onde tem um manipulo para encher e esvaziar. Logo aí se vê que é bem tratado. Ele olhava para mim e parecia não saber quem eu era. Eu disse-lhe quem era e ele respondeu :" Ah és tu, não sabia"!

 

Depois eu estava a ficar triste por o ver tão parado, calado e com o olhar fixo, e a Sra. do Lar fez-lhe umas cócegas nas pernas e eu começou a a ralhar com ela. foi a aí que ri...porque afinal ele ainda reage. Até fiquei contente por ouvir ele a dizer umas palavras mais fortes e ofensivas. Fiquei feliz pelo facto de ele se manifestar!

 

Depois quando estava para sair, disse-lhe que me ia embora e ele respondeu: " Ainda é cedo, fica mais um bocadinho a fazer-me companhia"! Comovi-me. Fiquei mais um bocadinho. Quando saímos pedi-lhe um beijinho mas ele não deu, certamente já não sabe o que significa. Apenas acenou porque eu acenei-lhe antes. 

 

publicado por alzheimerdepapie às 12:15
Domingo , 01 de Julho DE 2012

Evolução da doença

Este sábado fui visitar os meus pais. Agora para os visitar tenho de ir a dois lugares, já que eles infelizmente já não vivem na mesma casa. De manhã estive com a minha mãe que agora já não tem o marido a cargo...ela pareceu-me menos exausta, mas tem aquele hábito de nunca parar quieta e andar sempre a fazer alguma coisa.

 

O meu pai lá estava, desta vez sentado na sua cadeira. Ele reconheceu-me! Sim reconheceu-me! Tenho a certeza, o seu olhar e o seu sorriso fez-me ver que sim! Reconheceu o neto e o meu marido. Mas é triste ver que mesmo fisicamente ele está muito debilitado. O Alzheimer não afecta só a mente. Acho até que mesmo a articular as palavras ele está diferente, gagueja e parece que a língua se enrola, não sei explicar bem... Talvez possa ser da medicação. Ele estava muito calmo. Perguntei se ele se lembrava do cães dele. E ele lembrou-se, até disse o nome de um deles. Quando lhe perguntei a idade dele, disse-me quarenta, e depois disse: " é muito"? Dei lhe um iogurte á boca como se ele fosse um bebé. Ele que nem gostava de iogurtes, agora gosta. Engraçado que ele tinha um guardanapo e estava sempre a limpar a boca, segunda a senhora lá do lar, ele não gosta nada de sentir a boca suja. Mas mesmo as mãos e os braços mexe-os pouco, e  andar já não anda! Depois pediu água. É bom vê-lo tranquilo, mas é muito triste ver a evolução da doença. O que ele era e o que ele é agora!

publicado por alzheimerdepapie às 14:25
Terça-feira , 12 de Junho DE 2012

Os dias dele no lar

Antes ligava todos os dias para casa dos meus pais e era a minha mãe que me dava notícias, agora continuo a ligar para a minha mãe diariamente, mas também ligo para o lar. A senhora faz-me sempre um resumo de como o meu pai passou o dia.

Ele agora come muito pouco, e está sempre a chamar o nome da minha mãe. Já não sei se é do hábito, ou se sente mesmo a falta e está com saudades!

tags: ,
publicado por alzheimerdepapie às 18:05
Segunda-feira , 11 de Junho DE 2012

A visita ao lar

Não foi fácil dar com o lugar, mas depois de alguns enganos lá conseguimos encontrar o lar de idosos. Um sitio humilde, mas muito acolhedor e limpinho. Gostei imenso da senhora que é a dona e a  responsável. Daquelas pessoas que nos enchem logo o coração de bondade e de tranquilidade. Chegamos na hora que ele estava a fazer uma sesta. Ele tem um quartinho só para ele, o quarto é pequeno mas tem o essencial. Tem uma cama toda articulada, além de ter grades.

 

Ele foi forçado a acordar e quando acordou parecia nem saber onde estava. Não me reconheceu. Quando eu lhe disse o meu nome, apenas disse que tinha uma filha com esse nome, mas que não era eu. Ainda insisti com ele que era mesmo eu, mas ele não aceitou, tratou-me o tempo todo por "você" e como se eu fosse uma estranha que ali estava. Apontou para o meu marido e perguntou quem era. Eu disse-lhe o nome, e ele disse: " olha é o mesmo nome do marido da minha filha, duas pessoas com o mesmo nome! Está mal!" Depois só falava de casamentos e de bailes. Dizia que tinha 31 anos, depois dizia que tinha 29. Ultimamente até mesmo ao médico e às pessoas diz muitas vezes que tem 29 anos, não sei porquê! Nós estavamos lá no quarto dele com a Sra. que é dona mas também é quem cuida e outra funcionária, e ele repetiu várias vezes a frase: "isto é tudo boa gente, do melhor que há"!

 

Fiquei tranquila, sei que está a ser bem tratado. Tenho esperança que ele me volte a reconhecer. Se ele não sabe que eu lá estive, deve de pensar que não o vou ver, que não me importo com ele. Eu segurava na mão dele e ele olhava muito para mim...mas não aceitava que era eu lá estava!

 

Agora a minha mãe também está mais desafogada, embora sinta saudades dele...

 

publicado por alzheimerdepapie às 11:25
Quinta-feira , 07 de Junho DE 2012

Lar

Ele já está num Lar.

 

 

tags:
publicado por alzheimerdepapie às 21:49
Quarta-feira , 30 de Maio DE 2012

A procura de um Lar

Como estou longe, a tarefa está a ser feita pelos outros filhos. Não está fácil, pois ou são os preços exorbitantes ou são as condições que não parecem ser as melhores. É difícil, mas é ponto assente, que ele precisa de um lar.

publicado por alzheimerdepapie às 20:09
Terça-feira , 04 de Janeiro DE 2011

Um Lar será uma solução?

Já se fala em procurar um Lar, que o possa aceitar mesmo com aquela doença, e que tenha um preço que a modesta reforma do meu pai possa pagar. Mas além daquele que fica mais perto ter uma grande lista de espera, penso que ele ia sentir muito a mudança. Ele sempre gostou tanto do cantinho dele. Ele vai ficar perdido sem a mulher dele, ele chama-a tanto! E naquela Reportagem que deu na TVI, diziam que era melhor as pessoas com Alzheimer, ficarem por perto das suas coisas, dos seus objectos e dos familiares. Mas se não fizermos algo, daqui a pouco em vez de ser um a precisar serão os dois. Irem os dois também é complicado, pois a minha mãe nunca quis ir para um Lar .

Precisava tanto de uma "luz", uma solução que fosse perfeita e justa!

publicado por alzheimerdepapie às 22:40
21 de Setembro → Dia Mundial da Doença de Alzheimer alzheimerPortugal

mais sobre mim

separador separador Reportagem TVI – “Ás vezes sou eu” separador separador alzheimerdoente separador separador A FRASE DO ANO 2010, PROFERIDA PELO PRÉMIO NOBEL DA MEDICINA, O ONCOLOGISTA BRASILEIRO DRAUZIO VARELLA : "No mundo actual, investe-se cinco vezes mais em medicamentos para a virilidade masculina e silicones para as mulheres do que na cura do Alzheimer. Daqui a alguns anos, teremos velhas de mamas grandes e velhos com pénis duro, mas nenhum se recordará para que servem".

Julho 2013

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

últ. comentários

links

arquivos

tags

favoritos

mais comentados

pesquisar

 

subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro