O meu pai tem esta doença má e injusta. A minha mãe foi a sua cuidadora, durante alguns anos! Desde junho de 2012 ele está num lar, porque a minha mãe já não conseguia cuidar dele. A ideia do Blogue é para buscar apoios, ajudas, partilhas, informação.

Sexta-feira , 19 de Agosto DE 2011

A vida da minha mãe não é nada facíl

No outro dia quando o meu pai chegou do Centro de Dia, foi fazer uma sexta. Entretanto por volta das 20H, a minha mãe chamou-o para jantar. Mas ele disse que não tinha fome e que queria era dormir. Ela deixou-o ficar e jantou sozinha. No entanto por volta das duas da manhã, ele acordou e quis jantar, pois estava com fome. E foi aquela hora que a minha mãe teve de ir aquecer o jantar, e por o meu pai á mesa a jantar. Para o meu pai certamente não era de madrugada e foi normal jantar aquela hora! A minha mãe, coitada é que depois tem dificuldade em voltar a adormecer...

 

publicado por alzheimerdepapie às 14:00
Segunda-feira , 20 de Dezembro DE 2010

Evolução da doença

Comecei a notar depois em pequenos pormenores que demonstravam que o meu pai não estava bem. Cheguei a falar em Alzheimer à minha mãe, mesmo antes do meu pai ir ao médico.

O meu pai chegava a perguntar por pessoas que já tinham falecido... Por exemplo um sobrinho dele. Ele disse: " Já há tanto tempo que não vejo o J."! A minha mãe respondeu-lhe que ele tinha morrido. Ele disse : " e porque ninguém me contou nada!" E o meu pai tinha inclusive ido ao funeral!

 

Desde há dois anos para cá que se nota a evolução da doença. Pelo que a minha mãe me conta, o pior é mesmo a noite. Ele acorda e parece que está no passado. Ele fala como se vivesse em outra época. Pede coisas; quer comer, quer ir para a rua; tem sempre trabalhos para fazer! Depois, não deixa a minha mãe dormir, e ela fica cansadíssima.

 

É uma doença tão injusta!

publicado por alzheimerdepapie às 08:25
21 de Setembro → Dia Mundial da Doença de Alzheimer alzheimerPortugal

mais sobre mim

separador separador Reportagem TVI – “Ás vezes sou eu” separador separador alzheimerdoente separador separador A FRASE DO ANO 2010, PROFERIDA PELO PRÉMIO NOBEL DA MEDICINA, O ONCOLOGISTA BRASILEIRO DRAUZIO VARELLA : "No mundo actual, investe-se cinco vezes mais em medicamentos para a virilidade masculina e silicones para as mulheres do que na cura do Alzheimer. Daqui a alguns anos, teremos velhas de mamas grandes e velhos com pénis duro, mas nenhum se recordará para que servem".

Julho 2013

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

últ. comentários

links

arquivos

tags

favoritos

mais comentados

pesquisar

 

subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro