O meu pai tem esta doença má e injusta. A minha mãe foi a sua cuidadora, durante alguns anos! Desde junho de 2012 ele está num lar, porque a minha mãe já não conseguia cuidar dele. A ideia do Blogue é para buscar apoios, ajudas, partilhas, informação.

Segunda-feira , 27 de Junho DE 2011

O banho lá no Centro de Dia

Felizmente que podemos contar com  este apoio do Centro de dia. As funcionárias dão banho aos utentes pelo menos duas vezes por semana. No último dia, e mais uma vez, o meu pai não queria tomar banho. E disse a uma funcionária:

-Se a minha mulher soubesse o que vocês me fazem aqui, ela vinha cá e dava-lhes uma tareia!

A funcionária contou o episódio á minha mãe, claro! O que vale é que apesar de tudo elas gostam do meu pai. Ele lá tem as suas coisas, mas ele sempre foi uma boa pessoa, e isso não deve ter desaparecido com a doença.

 

tags:
publicado por alzheimerdepapie às 23:29
Quarta-feira , 22 de Junho DE 2011

Adormeceu e não quis jantar

A minha mãe contou-me que o meu pai ultimamente tem dormido a noite toda: sem chamar, sem incomodar, sem se levantar! Inclusive aconteceu ontem ele chegar do Centro de Dia por volta das 17:30H, lanchou e depois foi fazer uma sexta. Por volta das oito horas da noite a minha mãe chamou-o para jantar e ele disse que não tinha fome, que tinha era sono. Entretanto a minha mãe foi se deitar. Por volta das onze da noite a minha mãe acordou e foi ver o meu pai  (eles têm duas camas no quarto) e como ele estava tão bem a dormir, ela deixou-o ficar. Ele que normalmente acorda durante a noite a pedir comida, desta vez nem se queixou. A minha mãe hoje até me perguntou o que quereria isto dizer, se seria bom ou mau. Na verdade, eu também não sei. Isto deve fazer parte da doença, estes altos e baixos!

publicado por alzheimerdepapie às 22:02
Quinta-feira , 16 de Junho DE 2011

Foi à terceira noite...

...que ele finalmente se aclamou e dormiu. Parece que foi pouco tempo, mas a minha mãe com aquela idade e sem poder dormir, passou um mau bocado. Os dois sofreram. Vamos ver se foi só uma fase. As coisas não estão nada fáceis!

 

tags: ,
publicado por alzheimerdepapie às 08:32
Quarta-feira , 15 de Junho DE 2011

Sonhos

Ele disse que tinha visto duas cobras e cada uma com duas cabeças. Como isto não faz parte das memórias dele porque é completamente irreal, julgamos ter sido algum sonho(ou as tais alucinações próprias dos doentes de Alzheimer). O que a minha mãe lhe disse foi que elas já tinha sido mortas. Mas isto deixou-o  agitado.

publicado por alzheimerdepapie às 18:26
Terça-feira , 14 de Junho DE 2011

A situação piorou um pouco

...porque há dois dias e duas noites que o meu pai praticamente não dorme nem deixa a minha mãe dormir. Ele fala muito (fala alto e sem parar), de vários assuntos e até está um pouco agressivo! Perguntei á minha mãe se ela estava a fazer a medicação bem , porque isto foi quase de um dia para o outro.

Num Lar da Santa Casa, para além da demora, eles querem lá o casal, e não um só. Estivemos a procurar e o mais em conta que encontramos custa 800€ por mês, despesa essa que não é possível para eles. Sei que a minha mãe está exausta, e não encontro uma solução boa.

publicado por alzheimerdepapie às 20:34
Segunda-feira , 13 de Junho DE 2011

Tem falado muito do pai dele

Há cerca de dois dias que o meu pai só fala no pai dele, meu avô, que eu mal conheci. A lembrança que tenho dele é de o ver deitado doente numa cama e de eu lá lhe ir dar rebuçados de mel.

Hoje estava ao telefone com a minha mãe e ouvia o meu pai a falar. Ele falava sozinho ou para que a minha mãe o ouvisse. A minha mãe ficou em silêncio e eu ouvia o meu pai a dizer: "Eu tinha cinco anos e ele deu-me uma tareia tão grande, tão grande!" Ele contava tudo com alguns pormenores. Eu nem sabia que o meu avô tinha sido um homem tão rude, tão mau! O meu avô punha o meu pai, na altura com 5 anos a guardar gado. Que infância ele terá tido? Não deve ter chegado a ser criança de verdade. Se com a idade do meu filho, que eu tanto mimo e protejo, ele já tinha de trabalhar e já apanhava sovas, ele não teve infância. E para ele se lembrar disto, é porque o deve ter marcado muito!

Depois de ele contar isto contou que quando  já era homem e ainda solteiro , tinha seis contos de reis e o pai dele tirou-lhos para comprar gado e nunca lhe devolveu o dinheiro. A minha mãe disse que ultimamente está sempre a lembrar-se disto. Aliás, ás vezes, para ele se aclamar, a minha mãe diz que ele lhe pagou, mas o meu pai responde sempre"não pagou nada!"

Ainda ouvi o meu pai dizer que não houve nome que ele não lhe tivesse chamado e depois disse alguns nomes, e bens feios!

Eu fiquei tão triste, eu sabia que ele tinha trabalhado muito e vivido tempos difíceis, mas não sabia que tinha tido um pai tão mau! Um pai que era assim para todos os filhos!

Felizmente o meu pai não herdou do pai dele o feitio ruim!

publicado por alzheimerdepapie às 23:19
Domingo , 12 de Junho DE 2011

Previsto tratamento eficaz para Alzheimer daqui a 5 anos


Dentro de uns cinco anos haverá um tratamento eficaz para a doença de Alzheimer, que devolverá as faculdades mentais às pessoas acometidas pela doença, afirmaram cientistas. O problema atinge um terço dos maiores de 85 anos no mundo.

 

«Penso que estamos quase prontos a fazê-lo [ter um tratamento eficaz], acho que em cinco ou seis anos existirá», disse o cientista japonês Kiminobu Sugaya, que participou no Panamá da Conferência Internacional sobre Novas Descobertas do Cérebro.

 

Os cientistas correm contra o tempo para encontrar um tratamento para esta doença neurológica que leva à perda progressiva da memória e da linguagem, e para a qual não há cura por enquanto.

 

Há estudos que demonstram que aumentando o número de células no cérebro de um paciente é possível deter a doença de Alzheimer, explicou Sugaya, professor de neurociência da Universidade Central da Florida, nos Estados Unidos.

 

Para isto, seriam necessárias células embrionárias, tiradas da etapa pré-natal de uma pessoa, que teriam que ser transplantadas para o paciente caso este tenha Alzheimer.

 

«Se você aumenta o número de células [no cérebro do paciente] é possível deter a doença», explicou Sugaya, que estuda o problema há quatro décadas.

 

O objectivo é que as células estaminais transformem-se em neurónios saudáveis e substituam os doentes, algo que Sugaya disse ter testado com sucesso em ratos.

 

«O grande desafio na próxima etapa é ter remédios que detenham a doença e impeçam a acumulação da toxina beta-amiloide no cérebro», disse Daniel Chain, presidente da empresa americana Intellect Neurosciences Inc., dedicada ao estudo do Alzheimer.

 

A beta-amiloide é uma proteína que se acumula no cérebro dos doentes com Alzheimer, criando uma espécie de emaranhado que dificulta a comunicação entre as células, explicou.

 

 Encontrei esta notícia  aqui.

publicado por alzheimerdepapie às 20:03
Sábado , 11 de Junho DE 2011

Outra queda

Ontem o meu pai caiu no chão da cozinha. Foi o cabo dos trabalhos para a minha mãe o conseguir levantar, pois ele ficou sentado no chão. A minha mãe queria que ele se colocasse de joelhos para ele se segurar a uma cadeira e depois ela o puxar, mas ele não entendia. Fartaram-se penar os dois coitados. Depois ela lá o conseguiu levantar. Os vizinhos que moram mais perto tinham saído, e tiveram de se desenrascar sozinhos! Felizmente ele não se magou com a queda!

tags: ,
publicado por alzheimerdepapie às 16:26
Quinta-feira , 09 de Junho DE 2011

Como anda a ideia dele...

Por vezes penso que esta doença se não fosse trágica seria cómica! Então não é que o meu pai disse à minha mãe assim:" desconfio que está dinheiro enterrado em tal parte"! É claro que nós nos rimos, ele diz com cada disparate!

tags:
publicado por alzheimerdepapie às 12:21
Segunda-feira , 06 de Junho DE 2011

Ele não se sentiu saciado mesmo depois de já ter jantado.

Depois de os meus pais jantarem, a minha mãe arrumou a cozinha , depois foi aquela dificuldade para ele tomar o comprimido e de seguida levou-o à casa de banho para o preparar para o deitar. Tinham passado cerca de 10 minutos de eles jantarem, e ele pergunta á minha mãe:" então, mas hoje não jantamos nem nada?" A minha mãe respondeu que tinham acabado de jantar e ele estava com um ar desconfiado. Só depois que a minha mãe lhe disse o que tinha sido o jantar, ele se recordou. O que me impressiona é o facto de ele não se sentir saciado uma vez que já tinha jantado.

 

tags:
publicado por alzheimerdepapie às 23:20
21 de Setembro → Dia Mundial da Doença de Alzheimer alzheimerPortugal

mais sobre mim

separador separador Reportagem TVI – “Ás vezes sou eu” separador separador alzheimerdoente separador separador A FRASE DO ANO 2010, PROFERIDA PELO PRÉMIO NOBEL DA MEDICINA, O ONCOLOGISTA BRASILEIRO DRAUZIO VARELLA : "No mundo actual, investe-se cinco vezes mais em medicamentos para a virilidade masculina e silicones para as mulheres do que na cura do Alzheimer. Daqui a alguns anos, teremos velhas de mamas grandes e velhos com pénis duro, mas nenhum se recordará para que servem".

Junho 2011

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
17
18
19
20
21
23
24
25
26
28
29
30

posts recentes

últ. comentários

links

arquivos

tags

favoritos

mais comentados

pesquisar

 

subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro